terça-feira, 10 de abril de 2018

OUTROS CONTOS

«Madrigal», conto poético por Sebastião da Gama.

«Madrigal»
Poema de Sebastião da Gama

1132- «MADRIGAL»

A minha história é simples. 
A tua, meu Amor, 
é bem mais simples ainda: 

‘Era uma vez uma flor. 
Nasceu à beira de um Poeta...’ 

Vês como é simples e linda? 

(O resto conto depois; 
mas tão a sós, tão de manso 
que só escutemos os dois). 

Sebastião da Gama

1 comentário:

Anónimo disse...


LINDO !!!

Muito Obrigada !

Uma Alandroalense (Liva)