quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

«GAIOLA ABERTA»

Rebobinando...
«Triste Fado»
José Vilhena

TRISTE FADO

Triste fado é o meu,
Todos dizem lamentar...
Este figurante a mandar
Foi o povo que o elegeu.
Sobre Portugal se abateu
A desgraça que pode ver,
Com este político sem ser
Ficou o país de negrito…
Diz o fado… estava escrito,
Que mais irá acontecer?

POETA

3 comentários:

Anónimo disse...

A décima está soberba e a ideia de ir buscar a famosa Gaiola Aberta de José Vilhena, só ao POETA podia lembrar. Bom ano 2015 para a escrita!

Anónimo disse...

GANDA MALHA!

Anónimo disse...


E S T U P E N D A !!!


Mais e mais deviam SER ENGAIOLADOS!

Muito Obrigada, Caro POETA !

Uma Alandroalense (Liva)