sábado, 26 de agosto de 2017

OUTROS CONTOS

«Meu Amor!...», conto poético por Manel d' Sousa.

«Meu Amor!...»
Soneto de Manel d' Sousa

1081- «MEU AMOR!...»

Se eu morrer dum estranho mal
Meu amor, rasga minha poesia!…
Joga as palavras em cova fria
Na mesma hora do meu funeral.

Não penses adiar para outro dia
O que podes julgar irracional…
Ver cumprir este desejo formal,
Era tudo quanto eu mais queria.

Meu amor, de ti espero afinal
Que este meu pedido especial
Seja atendido como pretendia…

Rasga meus versos!, ponto final. (…)
Mas não esqueças como eu sentia
As palavras doces que te escrevia.

Manel d’ Sousa

2 comentários:

Anónimo disse...


ENCANTADA, mas um bocadinho arrepiada !!!...

Uma Alandroalense (Liva)

Anónimo disse...

Arrepios na espinha...

MUITO BOM!