quinta-feira, 13 de junho de 2013

«URGENTEMENTE»... DE EUGÉNIO DE ANDRADE

Em 13 de Junho de 2005, aos 82 anos, morre o poeta e escritor português Eugénio de Andrade.  Foi galardoado com o Prémio D. Dinis, o Grande Prémio da APE e o Prémio Camões. Ler mais aqui- «POESIA - EUGÉNIO DE ANDRADE», ou ainda aqui- «POEMA DE EUGÉNIO DE ANDRADE...». «Urgentemente» é o poema de hoje, por sinal sempre bastante actual. Boa leitura!
Poet'anarquista
«Eugénio de Andrade»
Pintura de Ana Paula Lopes

URGENTEMENTE

«É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
permanecer.»

Eugénio De Andrade   

1 comentário:

Rogério Pereira disse...

Será, um dia
Uma página
Da minha poesia