terça-feira, 16 de junho de 2015

«SEM TÍTULO», POR MATIAS JOSÉ

Sem Título
Poema de Matias José

SEM TÍTULO

Reconheço não ser poética
A escrita de Matias José…
Por uma questão de ética,
Cada coisa é o que é!

Assumo a obra completa,
Verso, rima ou meio prosada...
Por não me julgar um poeta
Trago a alma sossegada.

As voltas que o mundo dá
Num escrevinhar incessante...
Mudam-se os tempos por cá,
A memória guarda o instante!

Matias José

2 comentários:

Anónimo disse...

Poeta sim senhor, e dos bons!!!

Anónimo disse...


Reforçando!...

"Poeta sim senhor,e dos bons!!!"

E quem assim não entender...


Uma Alandroalense Orgulhosa

Liva