domingo, 11 de novembro de 2012

MÚSICAS DO MUNDO

E a música de hoje é...
(Escolha musical da blogosfera)

AMÁLIA RODRIGUES - «Naufrágio»

Poet'anarquista


NAUFRÁGIO

Pus o meu Sonho no navio
E o navio em cima do Mar
Depois abri o Mar com as mãos
Com as mão para o meu sonho
Naufragar.

Minhas mãos ainda estão molhadas
Do azul, do azul das ondas
Entreabertas.

E a cor que escorre dos meus dedos
Colore as areias desertas.

O vento vem
Vindo de longe
A noite se curva de frio

Debaixo da água
Vai morrendo o meu sonho
Vai morrendo dentro do navio

Chorarei, quanto for preciso,
Para fazer com que o mar cresça
E o meu navio chegue ao fundo
E o meu sonho
Desapareça.

Voz: Amália Rodrigues
Poema: Cecília Meireles
Publicação: Poet’anarquista

3 comentários:

Ŭel Roŝa disse...

Oh, que gentileza do amigo!!! Grato por incluir esta peça de raro valor do cancioneiro português, mesclado com matiz tropical... É de incrível labor o que Amália fez, como se Cecília tivesse cizelado os versos para um fado! Sempre que escuto essa maravilha musical vou às lágrimas, é de uma pungência à toda prova.

Vivam as duas: Amália e Cecília, sempre, em nossos corações!!!

Camões disse...

A porta está sempre aberta neste e outros temas culturais.

Extraordinário ouvir as palavras da poetisa brasileira Cecília Meireles na voz da não menos extraordinária fadista portuguesa Amália Rodrigues.

Os Deuses sorriram...

Ŭel Roŝa disse...

Para eu chorar... :)