terça-feira, 29 de dezembro de 2015

SÁTIRA...

À Mãe não se Mente
HenriCartoon

«À MÃE NÃO SE MENTE»

De mãe pra filho: - meu querido,
É definitiva essa tua decisão
De não teres a mínima intenção
De te recandidatares ao partido?

- Ólarila, querida mãezinha!...
Está na hora, ala que se faz tarde!!
Ninguém acredita, mas é verdade
Que resolvi mudar de vidinha.

- Mentir à mãe é muito feio!…
Juras pelo ego solenemente
Que a outra jogada és alheio?

Como sou um filho instável,
Não afirmo definitivamente…
Digo apenas ser irrevogável.

POETA

1 comentário:

Anónimo disse...


EXCELENTE !

O sr. geringonça/irrevogával, vai "hibernar" para algum submarino...

Uma Alandroalense (Liva)