segunda-feira, 14 de março de 2011

MÚSICA - JOHANN STRAUSS

Johann Baptist Strauss nasceu a 14 de Março de 1804, em Viena de Áustria,  e foi um extraordinário compositor  que ficou conhecido como o « Pai da Valsa». Compôs durante a sua curta vida (faleceu a 25 de Setembro de 1849 apenas com 45 anos) 14 valsas, 11 polkas e 2 marchas. A famosa «Marcha Radetzky» é considerada a melhor peça de toda a sua carreira de compositor.
Poet'anarquista
Johann Strauss 
Compositor Austríaco
BIOGRAFIA

Johann Baptist Strauss, conhecido como Johann Strauss I, foi um compositor austríaco, pai de Johann Strauss II, Josef Strauss, Eduard Strauss, avô de Johann Strauss III, nascido em 1866.

A sua peça mais famosa é provavelmente a «Marcha Radetzky» (do nome de Joseph Radetzky von Radetz).

Era neto de um judeu convertido ao catolicismo. A sua mãe morreu de febre quando ele tinha sete anos, e quando tinha doze anos, morreu o pai afogado no rio Danúbio. A sua madrasta colocou-o como aprendiz de encadernador.

Johann Lichtscheidl, deu-lhe aulas de violino e viola. Também estudou música com Johann Polischansky e durante a sua aprendizagem conseguiu assegurar um lugar numa orquestra local de Michael Pamer. Em 1825  decidiu formar sua própria banda e começou a escrever música (principalmente, música de dança). Fez digressões pela Alemanha, Países Baixos, Bélgica, Inglaterra e Escócia. A condução e gestão desta «Strauss Orchestra» acabaria por passar para as mãos dos seus filhos diversas vezes até à dissolução por Eduard Strauss, em 1901.

Casou com Maria Anna Streim em 1825 na igreja paroquial de Liechtenthal em Viena. O seu casamento foi instável com sua ausência prolongada, o que levou a um afastamento gradual e mais tarde teve uma amante, Emilie Trampusch, em 1834, com quem teve seis filhos. Maria Anna processa-o por divórcio, em 1844, e isso permitiu a Johann Júnior prosseguir activamente uma carreira musical. Strauss era um disciplinador rigoroso, e impôs a sua vontade sobre os seus filhos para seguirem carreiras não relacionadas com música.

Strauss morreu em Vienna em 1849 de "escarlatina" obtida a partir de um dos seus filhos ilegítimos. Foi enterrado no cemitério ao lado do seu amigo Doblinger Josef Lanner. Em 1904, os seus restos mortais foram transferidos para o túmulo no Cemitério Central de Viena. Hector Berliozs prestou-se a homenagear o «Pai da Valsa» ao comentar que «Viena sem Strauss é como a Áustria sem o Danúbio».
Fonte: Wikipédia
«MARCHA RADETZKY» - KARAJAN
JOHANN STRAUSS

1 comentário:

Anónimo disse...

MAGNÍFICO!!!

Nunca perco os Excelentes Concertos
transmitos de Viana de Austria, via
Eurovisão, no dias de Ano Novo.
Adorava um dia poder ver ao vivo um destes Maravilhosos Concertos.

Muito Obrigada.

Uma Alandroalense (L...)