sábado, 12 de julho de 2014

DÉCIMAS/ POETA

«Política»
Bordalo Pinheiro/ 1923

MOTE

A política no Alandroal
Criou ódios de estimação,
É preciso é dizer mal
Pra levantar suspeição.

Glosas

1ª 
Pensei que fosse possível
Trazermos de volta a paz...
Vejo que ninguém foi capaz,
É uma situação inadmissível!
Não me parece impossível
Mudar o clima meio surreal,
Fui avisando não ser normal
Certo tipo de comportamento…
Com muita tristeza lamento
A política no Alandroal.

Bem depressa germinou
A semente adormecida,
Foi espalhando germicida
E quase tudo contaminou;
Mas houve quem escapou
À má praga ou infestação,
Procedeu-se à desinfecção
Pra por termo à morrinha…
Uma única erva daninha
Criou ódios de estimação!

3ª 
Fala-se às vezes por falar
Outras pra não estar calado,
O boato mora aqui ao lado
E não se quer identificar.
Nunca é demais duvidar
De uma conversa informal,
O que ontem era racional
Hoje já não é bem assim…
Será que a dita vai ter fim?…
É preciso é dizer mal!

4ª 
Há quem não olhe a meios
Obcecado nos objectivos…
Golpes baixos, assertivos,
Etc e tal… outros bloqueios;
Depois de vários rastreios,
Chegou-se a esta conclusão:
O dizer mal de pé prá mão
É uma incurável doença…
A língua não pede licença
Pra levantar suspeição!

POETA

7 comentários:

Anónimo disse...

MIL ESTRELAS !!!!....

ABSOLUTAMENTE DE ACORDO !!!!

Tem estado em hibernação
e voltou de novo agora...
mas p´ra tudo há solução,
corram-no daí p´ra fora!

Uma Alandroalense (L...)

Camões disse...

Conterrânea: copiei para aqui o seu comentário que, por equívoco, foi parar à publicação «Músicas do Mundo».

Cumprimentos para vocês,

Kabé

Anónimo disse...

Retrato fiel de um passado não muito longínquo. Ninguém teria dito melhor!

Anónimo disse...


Caro Conterrâneo Kabé:

Muito obrigada pela correcção.

Cumprimentos amigos para Toda a Famíla !

Uma Alandroalense (L...)

Anónimo disse...

Excelentes décimas!

Anónimo disse...

Por ser verdade, confirmo o que escreveste na primeira décima:

"Fui avisando não ser normal
Certo tipo de comportamento…"

Parece que ninguém levou a sério o aviso, e o resultado está à vista!

Mas penso que neste momento há condições para mudar esses comportamentos anormais.

Um abraço!

Anónimo disse...

Boas décimas amigo Cabé.