sábado, 12 de setembro de 2015

ANSIEDADE

Ansiedade
Décima

ANSIEDADE

Parece estar hibernada,
Entra sem pedir licença…
Vem marcar presença,
Sei como ela é tramada!
Aparece assim do nada (?)
Digo eu, pra me enganar,
Fico até com falta d’ar
Se resolve aparecer…
Quase me deixo vencer
Ansioso por a expulsar!

Matias José

1 comentário:

Anónimo disse...


Imagem e décima em plena sintonia !!!

Só um POETA MUITO TALENTOSO consegue descrevê-la de forma tão real !!!

Muito Obrigada, MATIAS JOSÉ.

Uma Alandroalense (Liva)