quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

PINTURA - XUL SOLAR

Oscar Agustín Alejandro Shulz Solari, conhecido no meio artístico por Xul Solar, nasceu em Buenos Aires, na Argentina, a 14 de Dezembro de 1887. Um dos maiores pintores do seu país no séc. XX, com influências dos movimentos cubista, futurista, fauvista, expressionista e surrealista, o seu estilo acabou sendo considerado mais perto do surrealismo. Foi por muitos especialistas da época classificado de pintor fantástico. Xul Solar faleceu na sua cidade natal, a 9 de Abril de 1963.
Poet'anarquista
Xul Solar
Pintor Argentino

«Retrato de Xul Solar»
Por S. Marujis
BIOGRAFIA

Oscar Agustín Alejandro Schulz Solari nasceu a 14 de Dezembro de 1887 em San Fernando, Buenos Aires.

Xul Solar estudou arquitectura na Faculdade de Engenharia. 

Com vinte e cinco anos de idade viajou par Hong Kong e passou por alguns países Europeus como Itália, Alemanha, Inglaterra e França. Em Milão conheceu o seu compatriota, o pintor modernista Emilio Pettoruti, a quem lhe mostrou os seus trabalhos realizados a partir de 1914. Foi um dos primeiros pintores argentinos a entrar emcontacto com os muvimentos de vanguarda como, o cubismo, fauvismo, futurismo, expresionismo e o surrealismo. Na sua viagem por Berlim, entrou em contacto com o Dadaismo e recebeu influência do pintor Paul Klee.

Xul Solar foi um dos maiores representantes da arte de vanguarda na America Latina. Após regressar à sua terra natal, participou activamente com outros jovens pintores modernistas, na formação de um grupo a que se chamou “Martin Sierra”no qual se incluíam Jorge Luis Borges e Emilio Pettoruti , iniciando uma linha de oposição à instituída conservadora cultura argentina.

Interessado por filosofia, pelas ciências ocultas e pelas crenças de distintas culturas, as suas obras irão reflectir esta inquietude espiritual. Precisamente os símbolos linguísticos chamam a atenção desta misteriosa personagem. Chegou a dominar dez idiomas, tendo ele próprio criado um, a pan-lingua. Nas suas obras, com o uso de letras e símbolos gráficos, criou um estilo -ou uma linguagem pictórica- a que se chamou de “criollismo”, cuja teoría estética é fundada em considerações astrológicas.

Existe hoje A Fundação Pan Klub – Museo Xul Solar que é uma instituição dedicada a preservar e difundir a obra do pintor argentino e tem como objectivo, também, desenvolver e promover a cultura nos seus mais diversos aspectos.
Fontes: Biografias & Vidas
«Máscaras Planetárias»
Xul Solar

«Paisagem»
Xul Solar

«Teatro»
Xul Solar

«Encantador de Serpentes»
Xul Solar

«Palácio Brilhante»
Xul Solar

«Dragão»
Xul Solar

«Quatro Cabeças»
Xul Solar

«Ortografia»
Xul Solar

«SURREALISMO - PINTURA FANTÁSTICA»
XUL SOLAR

1 comentário:

Anónimo disse...

Caro Conterrâneo Kabé:

Em plena sintonia: «simplesmente fantástico!»

Muitíssimo Obrigada por nos dar a conhecer estas MARAVILHAS!!!

Uma Alandroalense (L...)